fbpx
Tráfego Orgânico X Tráfego Pago: Qual estratégia usar?

Tráfego Orgânico X Tráfego Pago: Qual estratégia usar?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Bruno Godoi
Bruno Godoi
Profissional de marketing formado, atua há mais de 6 anos com Marketing Digital. Diretor de negócios da Agência Mais Ideias

Tráfego Orgânico X Tráfego Pago: Qual estratégia usar?

Mais do que nunca, as estratégias de Marketing Digital têm se mostrado uma maneira extremamente eficiente de trazer visibilidade para a sua empresa. Sendo assim, saber a diferença entre tráfego orgânico x tráfego pago se tornou algo essencial para quem deseja crescer no mundo digital.

Para que a sua marca tenha presença na internet é preciso que ela seja capaz de se apresentar adequadamente e, com isso, atrair os clientes para si.

Com isso, em um meio tão competitivo, é necessário que uma estratégia inteligente e altamente eficiente seja traçada. Tal ação permitirá que o número de visitantes em seu site ou blog aumente, resultando no aumento das suas vendas.

Portanto, nós te ajudaremos a decidir o que é melhor para a sua empresa: tráfego orgânico x tráfego pago. Além disso, iremos apresentar todos os detalhes acerca de cada tipo. Confira!

O que é tráfego orgânico?

Podemos definir tráfego orgânico como o termo que corresponde aos visitantes que chegam até a sua página de maneira totalmente espontânea. Isso quer dizer que para encontrarem o seu site eles precisaram realizar uma busca orgânica em sites de busca, como o Google, por exemplo.

Nesse sentido, podemos dizer que esses leads são apenas aqueles que não conheceram a sua marca através de canais pagos, como é o caso dos anúncios.

Sendo assim, fica claro que para obter clientes por meio do tráfego orgânico, não é necessário realizar um investimento direto. Isso é possível pois o que servirá para chamar a atenção do seu público será apenas a abordagem de um tema em específico, que deverá ser do interesse destes. 

Como melhorar o tráfego orgânico

Há o conceito de que para se obter um bom tráfego orgânico é necessário realizar uma boa combinação de alguns fatores, como: conhecimento do público-alvo, fatores de otimização (SEO) e, ainda, produção de um conteúdo de qualidade.

Embora pareça algo relativamente simples, realizar essa façanha da maneira correta pode ser algo verdadeiramente complexo. Com isso, nós veremos mais detalhadamente algumas questões que podem interferir diretamente no tráfego orgânico do seu site.

Construa a sua persona 

As personas são uma ferramenta importante que permite a empresa realizar a segmentação de mercado de acordo com o tipo de usuário que este deseja atingir. Existem uma série de etapas que podem auxiliar em sua construção, de forma que esta ajude a montar estratégias que sejam eficientes em atingir diretamente o seu público-alvo.

Trace a jornada do seu cliente 

A jornada do cliente pode ser definida como o caminho que ele percorre desde o primeiro contato até a finalização de sua compra.

Ele é constituído por uma série de fases, cuja duração pode variar de acordo com cada empresa, ajudando a conduzir o consumidor da melhor forma para que ele possa realizar uma tomada de decisão favorável à sua marca.

Use a palavra-chave certa

Mais do que escolher o tema adequadamente, de acordo com o interesse de seus visitantes, é extremamente importante realizar o uso de uma boa palavra-chave. 

Será por meio dela que o usuário fará a sua busc. Fazer a escolha certa irá impactar diretamente no aumento do seu tráfego orgânico.

Mantenha o seu site responsivo 

Nenhum usuário permanece por muito tempo em páginas com carregamento lento e um design que não seja dinâmico e intuitivo. Portanto, investir em maneiras de fazer com que o seu site se mantenha responsivo e atrativo é essencial.

Divulgue o seu conteúdo nos canais corretos

Existem alguns canais que permitem que você realize a divulgação do seu conteúdo de maneira gratuita, contribuindo positivamente para o aumento do seu tráfego orgânico. 

Entre as mais diversas formas temos as redes sociais, o e-mail marketing, uso de grupos fechados ou ainda o uso da newsletter. Basta achar os que funcionam melhor para o seu negócio e aproveitar todas as vantagens que o seu uso correto pode oferecer.

4 Vantagens do tráfego orgânico 

1. Excelente custo-benefício 

Uma vez que o uso correto das técnicas de tráfego orgânico ajudará a aumentar o seu número de visitantes e, consequentemente, os seus resultados sem a necessidade de se investir em anúncios pagos, o custo-benefício deste é realmente incrível.

Isso porque ao invés de concentrar os seus gastos em empresas terceiras, você poderá usar esse orçamento para melhorar a qualidade do conteúdo oferecido. 

Assim, além de melhorar o seu ranqueamento nos sites de busca, a relevância da sua marca para o seu público-alvo aumentará significativamente.

2. Melhora o relacionamento com o público 

Cada vez mais as empresas vêm entendendo a importância de estabelecer um relacionamento mais forte e duradouro com o seu cliente. 

No entanto, para que essa relação continue sendo construída e mantida é essencial que o material oferecido a este seja realmente relevante. Como consequência você terá ainda uma audiência ainda maior e interessada nas soluções que a sua empresa pode oferecer.

3. Maior perenidade 

Como não depende da veiculação de anúncios para que possa ser exibido, o tráfego orgânico permite que o conteúdo divulgado permaneça disponível por tempo indeterminado. 

Dessa forma, essa modalidade permite que o seu material possa ser facilmente encontrado, mesmo depois de anos, desde que as ferramentas de otimização continuem sendo trabalhadas corretamente.

4. Menor custo por lead 

Como o tráfego orgânico visa trabalhar adequadamente as ferramentas de otimização para melhorar o seu ranqueamento e a entrega do seu conteúdo, o custo por lead diminui significativamente. 

Embora nesse caso seja necessário investir em uma agência de marketing para a construção de um conteúdo ideal, de acordo com o perfil do seu público, o material criado continuará ativo e contribuindo para a conversão dos visitantes em clientes.

O que é tráfego pago?

Podemos definir essa modalidade como sendo o tráfego que exige pagamento para que a sua marca apareça em espaços e canais determinados. 

Eles podem ser divulgados de diversas formas, no entanto, a mais conhecida delas é através do Google Ads, que corresponde aos anúncios que aparecem nas páginas de busca do Google.

Para que ele possa ser veiculado basta apenas que você realize a escolha da palavra-chave ideal e faça o pagamento. A partir de então o seu site irá aparecer no topo ou rodapé da página em que a busca foi feita, fazendo com que mais pessoas visualizem a sua empresa ou produto.

Como melhorar o tráfego pago?

Saiba escolher o método ideal para o seu negócio

Quando se trata de tráfego pago é preciso entender que existem ao todo dois métodos que permitem que a sua empresa seja anunciada na internet. São eles:

  • Custo Por Clique (CPC) – O valor pago corresponde somente aos cliques que o seu anúncio tiver recebido;
  • Custo Por Mil Impressões (CPM) – Dá maior visibilidade ao anúncio veiculado.

Podemos dizer que o objetivo do primeiro é fazer com que as pessoas acessem o seu site e o outro é fazer com que a sua marca apareça. Sendo assim, para realizar a escolha correta é necessário que a sua empresa saiba exatamente qual meta deseja atingir. 

Portanto, se você tem um orçamento definido e já possui material suficiente e uma estratégia de direcionamento alinhada para que o seu visitante se torne lead, a melhor escolha é sem dúvida o CPC. 

Agora, se você acabou de criar o seu negócio e está procurando formas de fazer com que a sua empresa ganhe mais visibilidade para que então consiga se posicionar melhor no mercado, o CPM se torna o mais indicado.

Após realizar a sua escolha e criar o seu anúncio, basta apenas fazer a configuração adequada para que ele possa ser então exibido. Dessa maneira, para melhorar o tráfego pago, basta apenas saber como as plataformas de anúncios funcionam.

Tenha consciência das suas condições e objetivos 

Para que produza o efeito adequado é necessário realizar o investimento de maneira inteligente e bem pensada. 

Para que a sua estratégia de marketing realmente dê certo é preciso levar em consideração algumas informações importantes, como por exemplo: nível de urgência, orçamento disponível e prioridades da sua empresa.

Se tudo isso não for muito bem definido, você estará apenas aumentando os riscos de seu investimento, comprometendo de maneira importante os seus resultados.

Descubra qual é o canal mais adequado para a sua empresa 

Existe uma verdadeira infinidade de canais de tráfego pago, sendo que alguns estão vinculados também às redes sociais. Entre os principais estão: 

Cada um possui uma particularidade e irá atingir o público de maneira diferente, sendo que em alguns casos, o seu perfil ideal pode ou não estar presente em um canal específico. Sendo assim, é preciso levar em consideração todas essas informações para que não seja feita uma escolha equivocada.

3 Vantagens do tráfego pago

A partir das informações aqui citadas, podemos dizer que o tráfego pago é a melhor opção para empresas e produtos que estão sendo lançados no mercado. Entre as vantagens desse método podemos citar:

1. Aumenta o alcance do anúncio 

Como dissemos anteriormente, o tráfego orgânico tem como objetivo permitir a construção de um relacionamento com o cliente. Essa é uma estratégia realmente interessante, porém quando se trata de empresas que ainda não se consolidaram no mercado, o tráfego pago é com certeza trará resultados mais rápidos.

Isso ocorre principalmente pelo fato de que esse método fará com que o seu anúncio apareça para um número maior de pessoas, fazendo com que mais indivíduos conheçam a sua marca.

2. Produz resultados mais rapidamente 

O tráfego pago, em alguns casos, ajuda a trazer resultados quase que instantaneamente. Sendo assim, este se torna a escolha ideal para quem deseja impulsionar produtos ou eventos que ficarão disponíveis apenas por um curto período de tempo.

3. Dá maior flexibilidade ao usuário 

O primeiro ponto que permite perceber essa característica importante do tráfego pago pode ser relacionado ao CPC e ao CPM, onde o usuário fará a sua escolha com base em seu objetivo principal. 

Além disso, não podemos deixar de citar o fato de que esse modelo permite uma maior segmentação do público, uma vez que você pode definir qual a idade, gênero, perfil de consumo e região que deseja atingir.

Qual a diferença entre tráfego orgânico X tráfego pago?

Por fim, podemos dizer que a principal diferença entre tráfego orgânico x tráfego pago é que o primeiro permite atrair visitantes sem que seja necessário realizar um investimento financeiro direto, sendo que seu foco é trazer informação relevante para o consumidor e assim melhorar o seu relacionamento com o mesmo.

Já quando se trata do tráfego pago, estamos falando de um anúncio pago, que tem como foco atrair visitantes para a sua página de maneira direta e rápida.

Como podemos ver, ambas modalidades apresentam boas vantagens, vindo a apresentar resultados consistentes caso sejam feitas adequadamente. 

Concluímos então que a escolha pelo tráfego orgânico ou pelo tráfego pago irá variar de acordo com os principais objetivos e necessidades da sua empresa. Além disso, a maioria dos casos permitem que as duas estratégias sejam combinadas, maximizando os resultados.

Sendo assim, se você deseja construir a melhor estratégia para a sua empresa, de maneira personalizada e eficiente, entre em contato conosco. A Agência Mais Ideias possui uma equipe de Marketing altamente capacitada para trazer as melhores soluções para o seu negócio. 

Inscreva-se em nosso blog

Receba primeiro nossos principais posts diretamente em seu email

Você também pode se interessar:

Fechar Menu