fbpx
Persona-X-Público-Alvo

Persona X Público-Alvo – Entenda as principais diferenças e como aplicar.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Bruno Godoi
Bruno Godoi
Profissional de marketing formado, atua há mais de 6 anos com Marketing Digital. Diretor de negócios da Agência Mais Ideias

Persona X Público-Alvo – Entenda as principais diferenças e como aplicar.

Para se obter sucesso com o marketing é preciso saber exatamente quem você deseja atingir e quais serão as estratégias necessárias para atingir esse objetivo. Por isso, saber qual a diferença entre persona e público-alvo é essencial.

A partir disso será possível estabelecer uma comunicação mais clara e objetiva com seu cliente, de acordo com seus principais interesses e necessidades.

Sendo assim, é necessário personalizar e segmentar as estratégias. Depois desta etapa você conseguirá estruturar a linguagem, o formato do material e o tipo de abordagem que terá mais impacto diante dos seus clientes.

Mas qual é a melhor forma de conhecer seu possível cliente?

Entender quem é o público-alvo e a persona do seu negócio é o primeiro passo. E para te ajudar nessa missão, fizemos esse post completo que vai te ajudar a entender quais as características de cada um, além de suas aplicações. 

Bora lá?

O que é público-alvo?

Podemos definir o que é público-alvo como sendo as pessoas com um determinado perfil de consumo.

É a partir desse grupo de pessoas que costuma ser dado o primeiro passo para se iniciar uma campanha de marketing e/ou vendas. Ele envolve questões sociais, demográficas, econômicas e comportamentais de um número de pessoas que podem ser atingidas pelo produto ou serviço que a sua empresa oferece.

Para descobrir quem é o seu público-alvo é necessário realizar uma série de pesquisas que irão colher informações como estado civil, idade, gênero, hábitos de compra, entre outras informações, a fim de encontrar características em comum em um grupo no qual a sua estratégia será focada.

Embora a definição de seu público-alvo seja uma boa forma de dar o primeiro passo na realização de uma campanha de marketing, o seu uso tem sido cada vez menos comum.

Isso ocorre devido às mudanças drásticas que ocorreram nos hábitos de consumo. Além disso, hoje em dia é possível obter informações mais detalhadas sobre o consumidor, permitindo a sua segmentação. 

Sendo assim, podemos dizer que o uso de marketing digital permitiu que as empresas pudessem ter acesso a essas informações, tornando necessário a obtenção de dados mais precisos sobre quem a sua campanha deseja atingir, trazendo, portanto, melhores resultados.

Benefícios e quando usar o público-alvo?

Há nichos distintos que utilizam o mesmo produto ou serviços e ao determinar o público-alvo é possível identificar quais são eles. Dessa maneira fica mais fácil entender o que você terá que levar em consideração na hora de desenvolver uma estratégia.

Com uma definição clara deste público é possível traçar uma estratégia de comunicação ideal para o seu público, além de estruturar melhor os objetivos comerciais e de marketing do seu negócio.

A seguir separamos 2 exemplos para ajudar você a visualizar melhor como é o público-alvo: 

  • homens, de 25 a 30 anos, solteiros, gerentes de marketing, com renda mensal entre R $5 mil a R $7 mil, que trabalham na região sudeste do Brasil.
  • mulheres, de 25 a 35 anos, renda mensal entre 2 a 3 salários-mínimos, que fazem compras recorrentes de produtos de beleza. 

O que é Persona?

Quando se trata da persona, podemos dizer que ela é uma maneira eficiente da sua empresa entender melhor quem é o seu cliente e o que ele precisa. Seu objetivo é retratar o que seria o chamado cliente ideal, criando um personagem fictício.

Este é planejado em cima de dados reais sobre características demográficas e socioeconômicas, estilo de vida, profissão, objetivos, comportamentos, aspirações, motivações,desafios,etc. É o mesmo que sintetizar em uma pessoa imaginária com características reais de clientes em potencial. 

Benefícios e quando usar persona?

Todo o processo de criação da persona se dá de uma maneira mais específica. Assim, o seu negócio tem uma ideia mais clara de qual linguagem utilizar com o seu cliente. 

A partir dela é possível pensar também em qual tipo de conteúdo deve ser criado, quais redes sociais investir, entre muitas outras coisas que vão deixar a sua empresa mais próxima do seu perfil de cliente ideal.

Além disso, a persona pode ser utilizada em todas as etapas de venda e marketing, inclusive no processo de criação de um novo serviço ou produto.

A seguir trouxemos dois exemplos de persona:

  • Camila, 30 anos. Formada em Administração, trabalha em um Pet Shop e ganha R$2.500,00. Tem uma personalidade muito forte, gosta de tomar decisões com base em dados de mercado.
  • Camila, 30 anos. Solteira, gosta de sair com as amigas nas horas de lazer. Sempre bem-vestida, dentro e fora do trabalho, Camila gosta de cuidar da sua aparência e para isso está sempre atenta às novidades sobre produtos de beleza.

A partir dos exemplos citados é possível perceber que o principal foco da persona é no tomador de decisões, ou seja, em que vai obter o produto ou contratar um serviço.

Como criar uma persona em 5 passos

O processo de criar e montar uma persona é um pouco difícil no início. No entanto, se você souber fazer as perguntas certas, com certeza conseguirá obter informações valiosas e que poderão te ajudar na tomada de decisões. Confira a seguir alguns passos que podem te auxiliar nesse processo:

1º Faça uma entrevista 

Uma ótima forma de iniciar o processo de criação e montagem de sua persona é por meio de uma entrevista. 

Para isso você precisará escolher algumas pessoas para serem entrevistadas. Elas podem ser aquelas que se encontram mais ativas nas suas páginas.

Você também pode escolher pessoas que façam parte de seu banco de dados e optar por aqueles que consomem o seu produto com maior frequência.

Uma dica importante nesse caso é que você pense em uma série de perguntas que sejam básicas e fluidas e leve a entrevista como se fosse uma conversa mais informal.

Para iniciar o contato você pode se apresentar para a pessoa através de seu perfil pessoal, convidando-a para a conversa. Nesse caso é importante expor o objetivo da entrevista e ainda oferecer algum benefício para a pessoa, caso seja possível.

2º Detalhe o perfil do seu cliente

A partir das informações coletadas em sua entrevista, você deverá reunir todos os dados obtidos e, assim, iniciar a elaboração de seu personagem.

É indicado que este documento seja compartilhado com todos os seus colaboradores, já que as informações ali contidas podem ser úteis para todos.

3º Dê um nome a sua persona

É muito importante criar nomes para as suas personas, isso porque essa ação ajuda a tornar os debates internos mais simples. 

Tendo uma simples denominação é possível colocar a persona como seu alvo principal. Um exemplo de como isso pode ser feito é através do seguinte questionamento: Será que Mariana se interessaria por isso?

4º Represente a sua persona através de um modelo gráfico

Caso você queira tornar o processo de criação da sua persona ainda mais completo, uma boa opção pode ser a representação desta por meio de um modelo gráfico.

Para isso, você deve pensar que nem sempre a persona será alguém que já conhece o seu produto. 

Portanto, faça a sua criação pensando em alguém que chega até a sua empresa procurando uma solução para seu problema. Imagine qual seria a melhor abordagem e exposição do conteúdo criado para quem chega até a sua marca com esse propósito.

5º Fuja de estereótipos 

É essencial que a construção da sua persona seja realmente relevante e, para isso, é imprescindível a utilização de fontes realmente confiáveis.

Todo esse processo deve ser baseado em dados reais e não apenas em achismos que criam um estereótipo inexistente.

Diferença entre público-alvo e persona

A principal diferença entre persona e público-alvo é que o público-alvo é criado através de especulações, o que torna a sua visão mais ampla, gerando informações mais gerais sobre o cliente ideal.

Já a persona é o retrato do seu cliente ideal, sendo um personagem fictício planejado em cima de dados reais,  trazendo um nível de detalhes muito maior, o que favorece na hora de criar e direcionar as estratégias de marketing digital para o seu cliente.

Independente de qual seja o seu objetivo, a Agência Mais Ideias pode te ajudar na criação do público-alvo e da persona ideal para o seu negócio. Entre em contato conosco e conheça as nossas soluções.

Gostou do conteúdo? Compartilhe conosco através dos comentários!


Inscreva-se em nosso blog

Receba primeiro nossos principais posts diretamente em seu email

Você também pode se interessar:

Fechar Menu