fbpx
Principais técnicas de SEO para sua empresa alcançar o topo do Google

Principais técnicas de SEO (Search Engine Optimization) para sua empresa alcançar o topo do Google

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Bruno Godoi
Bruno Godoi
Profissional de marketing formado, atua há mais de 6 anos com Marketing Digital. Diretor de negócios da Agência Mais Ideias

Principais técnicas de SEO (Search Engine Optimization) para sua empresa alcançar o topo do Google

As técnicas de SEO são consideradas uma das principais estratégias quando se trata do Marketing Digital.

Quando empregada corretamente o seu uso permite que seu conteúdo apareça entre as primeiras posições da busca orgânica do Google. 

Dessa forma, a sua empresa fica mais conhecida, consolidando a sua marca no mercado e ainda ajuda a converter as suas visitas em clientes. 

Portanto, se você quer saber como realizar tudo isso, sem precisar investir mídias, esse post com certeza foi feito para você.

O que é SEO? 

Search Engine Optimization ou SEO é nada mais que um conjunto de estratégias que tem como intuito melhorar o posicionamento do seu site, pois mais importante do que colocar a sua empresa nas buscas do Google, é fazer com que ela apareça logo nas primeiras posições.

As técnicas de SEO permitem realizar a otimização de sites, blogs ou qualquer outra página que esteja ativa na web. 

Ao criar um site, este é indexado para que possa aparecer nas pesquisas realizadas por pessoas que se interessem pelo seu conteúdo.

Só este fato já contribuiria para aumentar as suas chances de atingir um cliente em potencial. No entanto, o grande problema é que existem milhares de páginas que publicam diariamente. 

Com isso, a concorrência aumenta muito e a chance de você ser visto diminui drasticamente. Porém, com o uso correto do SEO é possível influenciar os algoritmos e, assim, aparecer em evidência nas buscas.

Como o Google funciona?

Sabemos que o Google é uma ferramenta muito utilizada em todo o mundo. Todos os dias milhares de pessoas passam por ela a fim de sanar todo e qualquer tipo de dúvida que possa surgir em seu dia a dia. 

Com isso, para oferecer a seus usuários uma melhor experiência, o Google organizou os resultados correspondentes em uma busca de acordo com as melhores respostas oferecidas. 

Isso faz com que as páginas que se encontram dentro do padrão estipulado pelas regras do SEO possam aparecer como um dos primeiros resultados. 

Fato extremamente importante, pois todos os dados comprovam que apenas uma pequena parcela dos usuários clicam em links que aparecem na segunda página do site de buscas.

Para que esse ranqueamento seja realizado da forma correta, uma série de etapas são realizadas. Confira a seguir: 

Rastreamento, indexação e exibição de resultados

Existem 3 processos principais envolvidos no retorno de pesquisa, sendo eles o rastreamento, a indexação e a exibição de resultados.

O rastreamento é realizado pelo Googlebot, os robôs do Google. Sua função é identificar as páginas que estão na rede e enviá-las ao índice do buscador.

Para realizar essa tarefa os robôs precisam usar alguns algoritmos que ajudarão a definir a prioridade e a frequência de indexação dos sites.

Com isso, todo o processo é iniciado através das URLs que são geradas em processos anteriores. Por meio delas o Googlebot visita cada uma das páginas, rastreando links e alterações existentes.

Após esse processo é iniciada a indexação onde cada uma das páginas que foram rastreadas é processada. A partir disso ela é incluída no índice do Googlebot, indexando informações como o conteúdo, data de publicação e demais dados estruturados.

Todas essas informações são relevantes para alimentar o chamado fator de ranqueamento, sendo que é através deste que serão definidas as páginas com conteúdo mais relevante que aparecerão nos primeiros resultados do Google.

Algoritmo e atualizações

O algoritmo é o responsável por filtrar quais são as informações mais relevantes para você de acordo com critérios de classificação estipulados de acordo com a busca do usuário e seu perfil. 

Sua relevância é tamanha que este termo se tornou conhecido até mesmo por quem não trabalha com SEO, estando presente tanto nos sites de busca, quanto nas redes sociais.

Para definir a ordem com que os resultados aparecerão para o usuário, o Google, por exemplo, utiliza mais de 200 fatores de ranqueamento. 

Além disso, esse algoritmo sofre constantemente com diversas atualizações. Dessa forma, é possível melhorar de maneira contínua a forma com que as informações são apresentadas. 

Sendo assim, embora seja um processo automatizado, podemos dizer que esse ranqueamento é feito com base em informações precisas. Tudo isso ocorre com o principal intuito de trazer a melhor experiência para cada um que utiliza o Google.

Fatores de rankeamento do Google 

Como já dissemos anteriormente o Google possui mais de 200 fatores de rankeamento que irão classificar a relevância do seu conteúdo para uma determinada pesquisa. 

Não se sabe ao certo todos os fatores nos quais os sites de busca se baseiam, porém sabe-se que este se divide em dois grupos, sendo eles: 

SEO On page 

São os fatores de rankeamento que podem ser otimizados em sua própria página. Entre eles estão:

  • Título
  • Metadescription
  • Conteúdo 
  • Heading tags
  • URLs
  • Imagens 
  • Rich snippets.

Todos esses fatores serão avaliados e indexados pelo Google, ajudando-o a perceber se o seu conteúdo será capaz de oferecer uma boa experiência ao seu usuário.

SEO Off page

Os fatores off page são aqueles que se encontram fora da sua página, tendo como intuito apontar se ela pode ser uma boa referência. 

Neste conceito, as técnicas de SEO irão trabalhar para otimizar o seu site em relação aos demais. Dessa forma é possível medir também a autoridade de sua marca no mercado.

Entre esses fatores estão: 

  • Diversidade de backlinks
  • Quantidade de backlinks
  • Conteúdo e contexto dos backlinks
  • Sinais sociais
  • Buscas diretas 
  • Menções à marca.

As 11 principais técnicas de SEO

1. Pesquisa de palavra-chave

A palavra-chave é um dos guias usados para otimizar uma página e serve como um conjunto de palavras que irá resumir o tema central de um conteúdo.

Sendo assim, sempre que for criar um post é essencial realizar uma pesquisa e, assim, escolher a palavra-chave que poderá te trazer melhores resultados.

Uma forma eficiente de fazer isso é através do Keyword Planner, que é uma ferramenta gratuita do próprio Google. 

Seu uso é bem fácil e intuitivo e fornece uma lista de sugestões, utilizando como base as palavras que os usuários usam para fazerem suas pesquisas relacionadas ao tema em questão.

2. Produção de conteúdo de qualidade 

Para que possa aparecer entre os primeiros resultados de uma busca é necessário que o conteúdo apresentado seja de qualidade. Isso porque o intuito dos buscadores é oferecer algo que seja realmente relevante a seus usuários.

Outro ponto importante é que, independente do formato de seu conteúdo, é necessário sempre prezar pela originalidade. Você pode usar outros artigos como referência, mas é essencial produzir algo único.

Copiar materiais já existentes pode ser extremamente prejudicial para a sua imagem e para seus resultados. Isso porque conteúdo duplicado normalmente sofre com penalizações quanto a seu ranqueamento.

Uma dica valiosa é sempre escrever conteúdos que sejam de fácil leitura e entendimento, que respondam a dúvida do usuário e que possam agregar valor para o mesmo.

3. URL

Algo que contribui muito significativamente para melhorar o posicionamento de um site é a construção de uma URL adequada.

Para isso, é preciso que esta seja capaz de traduzir de maneira clara e objetiva sobre o que seu post irá falar. Assim, o visitante consegue ter uma melhor compreensão sobre o que será falado e se aquele material será realmente útil.

Um bom exemplo a ser citado é a própria URL deste post: 

agenciamaisideias.com.br/blog/tecnicas-de-seo

Perceba que ele é simples, direto e objetivo e ajuda o leitor a ter uma ideia clara sobre o que será apresentado. 

Portanto, sempre evite URLs que sejam compostas por símbolos, números ou qualquer coisa que fuja de seu tema central.

4. Título 

O título é a principal forma de chamar a atenção do usuário.

Quando se trata de uma pesquisa em um site de buscas, normalmente este será o item determinante para que o visitante define se vale a pena ou não acessar a sua página.

Portanto, é essencial construir um título de qualidade. Para isso algumas dicas importantes devem ser seguidas, como por exemplo: 

  • 60 caracteres ou menos;
  • Inserção da palavra-chave no título (caso o título seja muito longo, opte por posicioná-la logo no início).

5. Meta-description

Meta-description é um a apresentação de um pequeno resumo de seu conteúdo. Seu objetivo é apresentar ao usuário o que ele poderá encontrar em seu artigo, de forma que você o convença a acessar a sua página.

Para isso, é necessário escrever este conteúdo de forma clara, objetiva e de preferência que traga a palavra-chave em seu corpo.

6. Sitemap

Podemos dizer que o sitemap funciona como um mapa de seu site, composto por links que irão direcionar o visitante para as suas páginas. Assim, o Google poderá rastreá-las mais facilmente e, ainda, indexar o seu conteúdo.

Caso utilize o WordPress, o sitemap poderá ser criado através de um plugin. No entanto, se tiver optado por um CMS personalizado, você pode usar por um sitemap XML.

7. Estrutura da página

Para que um conteúdo possa despertar maior atenção, é necessário que ele seja contextualizado.

Uma forma de fazer isso é através dos títulos e subtítulos. Além de situar o visitante durante a leitura, ele serve ainda para organizar e hierarquizar a informação apresentada.

Para isso podem ser utilizadas as chamadas tags de título, que vão desde o H1 até o H3. Além disso, é indicado trabalhar a palavra e suas variações ao longo dessas tags.

Por meio desta técnica é possível inserir em seu conteúdo um link que irá direcionar o visitante para outra página em seu site. 

Para isso, pode ser inserido um direcionamento para outra leitura, possibilitando assim que os seus usuários possam navegar e realizar outras ações em seu site.

9. Atributo Alt 

Quando se trata das técnicas de SEO, é muito importante atribuir um nome ou atributo alt para as imagens que irão ilustrar o seu conteúdo.

Ao ser descrito adequadamente, o atributo alt estará fornecendo uma explicação acerca daquela foto para o buscador, melhorando assim o seu ranqueamento.

10. Otimização para Mobile First 

Com a popularização dos dispositivos móveis, os buscadores se preocuparam em atualizar os algoritmos para que estes priorizassem em seus resultados páginas que oferecessem uma boa apresentação para smartphones e afins.

Portanto, uma boa estratégia é pensar um formato de layout ajustável, para que esse possa se adaptar a qualquer tipo de dispositivo.

11. Google AMP 

Como o número de usuários que acessam o Google pelo celular tem aumentado significativamente nos últimos anos, eles resolveram criar o projeto AMP que consiste em otimizar a estrutura da página. 

Com isso, é possível criar a versão alternativa de um site/página cujo carregamento seja acelerado devido a ausência de scripts.

Como começar uma estratégia de Search Engine Optimization?

Como já dissemos anteriormente, para alcançar as primeiras posições no Google, é necessário que o seu conteúdo seja relevante para alguém. 

No entanto, para que as pessoas possam encontrar o seu conteúdo, é fundamental traçar o seu planejamento. 

Para isso, é preciso saber exatamente quem você deseja atingir, quais resultados pretende alcançar e o que precisará ser feito para alcançar as suas metas.

É importante salientar também, que embora as técnicas de SEO possam oferecer resultados consistentes, os resultados obtidos podem ser observados apenas a médio ou longo prazo.

Como fazer uma pesquisa de palavras-chave?

O uso de palavras chave é uma ferramenta poderosa de otimização. Quando usada corretamente, ela permite a realização de um planejamento estratégico do SEO de maneira a identificar quais as principais oportunidades e ainda as prioridades de cada conteúdo.

Através de uma busca é possível ter acesso aos termos com maior potencial para gerar estratégias, levando em consideração a sua competitividade, conversões e também o volume de busca gerado por meio dela.

Para saber qual palavra-chave pesquisar, você pode fazer uma listagem contendo termos ligados a seu produto ou marca. Vale a pena utilizar ferramentas como o Keyword Planner, o Ubersuggest e o SEMRush.

Feito isso, organize a sua lista separando as palavras mais utilizadas de acordo com cada etapa do seu funil de vendas. Leve em consideração também os termos que possuem maior potencial para gerar retorno. 

Embora essas dicas sejam essenciais para conseguir um bom rankeamento nos sites de busca, o universo do SEO a ser explorado é gigantesco.  

Portanto, se você deseja obter resultados ainda mais expressivos, entre em contato com a Agência Mais Ideias. Nós podemos te ajudar a aplicar as melhores técnicas de SEO.

Gostou do conteúdo? Compartilhe conosco através dos comentários!

Inscreva-se em nosso blog

Receba primeiro nossos principais posts diretamente em seu email

Você também pode se interessar:

Fechar Menu