fbpx

Conheça os principais indicadores e métricas de Marketing Digital

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Giuliane Godoi
Giuliane Godoi

Conheça os principais indicadores e métricas de Marketing Digital

Nesse artigo você irá encontrar os principais termos de Marketing Digital que ainda geram dúvidas não só para quem está começando como também para os mais experientes, e ainda, vamos abordar o seu funcionamento e como aprender a utilizá-los. Vamos lá?!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Se tratando da esfera digital, tudo que ela aborda é mensurável. Sendo assim, não importa a estratégia escolhida, há sempre uma quantidade de dados que pode ser recolhida, analisada e utilizada para realizar ajustes e melhorar os resultados de um negócio. E sem dúvidas, essa é uma das maiores vantagens de se fazer Marketing Digital.

Os indicadores e as métricas são extremamente valiosos para a sua empresa e podem variar dependendo do seu objetivo e do tipo de negócio. Eles possuem o mesmo objetivo, o qual é atingir os resultados e metas estabelecidas no plano estratégico da empresa. Porém, a diferença entre eles é o posicionamento que cada um ocupa perante a tomada de decisões na organização. Enquanto as métricas estão em um nível operacional, os indicadores estão em um nível tático.

O BPM CBOK (Business Process Management Commom Body Of Knowledge, em português, Corpo Comum de Conhecimentos em Gerenciamento de Processos de Negócios) define métricas e indicadores da seguinte maneira:

  • Métrica: “É uma extrapolação de medidas, isto é, uma conclusão com base em dados finitos.”

Exemplos: tempo de permanência no site; quantidade de visitantes únicos.

  • Indicador: “É uma representação de forma simples ou intuitiva de uma métrica ou medida para facilitar a sua interpretação quando comparada a uma referência ou alvo.”

Exemplos: Porcentagem de novos visitantes únicos; taxa de rejeição.

Para ficar mais fácil de entender podemos dizer que enquanto as métricas são medidas brutas como valores e quantidades, os indicadores são as medidas calculadas, geralmente representadas por percentual. Sendo assim, os indicadores são compostos pelas métricas com uma visão mais ampla e direcionada. São eles que nos permitem monitorar a estratégia das suas ações online.

Métricas e Indicadores de Marketing Digital

  • CPA (Custo por Aquisição): Também conhecido por “custo por convenção”, o CPA apresenta o custo total para cumprir uma meta, que poderá ser uma venda, a leitura de uma página, um preenchimento de formulário, a inscrição em uma newsletter, ou qualquer outra finalidade estabelecida por você.
  • CPL (Custo por Lead): Essa métrica é utilizada para mensurar quais os investimentos envolvidos na captura de leads para o seu negócio. As campanhas de CPL têm objetivos mais definidos, como exemplo: conseguir leads para se cadastrar em uma página. Nessa modalidade de anúncio você não pagará para exibir um banner, nem por um clique. Você pagará somente quando o usuário executar uma ação específica que será previamente definida por você.
  • ROI (Retorno sobre o Investimento): Sendo umas das métricas mais utilizadas em qualquer análise, o ROI (Return On Investiment) é utilizado para saber quanto a empresa ganhou com investimentos. Possui metodologias diversas para ser calculada, mas, em geral, usa a fórmula: [Ganho Total – Quantia Investida] / Quantia Investida. Essa fórmula pode ser utilizada para estratégias individuais ou múltiplas e revela se elas foram realmente efetivas e trouxeram os resultados esperados.

Métricas e Indicadores de Audiência do Site

  • Usuários ou Visitantes Únicos: Indica a quantidade de pessoas distintas que acessaram o seu site no período selecionado. É a melhor forma possível que as ferramentas do Google Analytics possuem de mapear o mesmo visitante por toda sua navegação no site ao longo do tempo.
  • Visualizações da Página (Page Views): Uma visualização é contabilizada cada vez que um usuário acessa uma página no seu site. Sendo assim, se o usuário acessar duas vezes uma página ou clicar em atualizar, uma segunda page view é registrada.
  • Sessões ou Visitas: São os acessos de usuários em seu site. Isto é, indica quantas visitas o site recebeu, contabilizando o total de visitantes sem distinguir se uma ou mais visitas foram realizadas pelo mesmo visitante.
  • Páginas por Sessão: É a quantidade média de páginas que foi visualizada pela visita. É através desse indicador que você vai entender se está ou não conseguindo manter a atenção da mesma.
  • Tempo de Permanência: Funciona principalmente nas plataformas de e-mail marketing e o site. No e-mail marketing ela informa a duração média do tempo em que os usuários passam consumindo o conteúdo enviado. Já nos sites, pode-se saber o tempo médio em que os visitantes gastam em cada uma das páginas. Sendo assim, para saber a real mensuração da qualidade do seu conteúdo é só analisar quanto tempo as pessoas de fato permanecem no seu site. Quanto mais tempo elas ficam, mais conteúdos estão consumindo e mais o seu conteúdo é realmente um conteúdo atrativo e de qualidade.
  • Tráfego Total: O tráfego total revela qual é a efetividade do seu blog e das estratégias que você utiliza para atrair mais visitantes para ele. Ou seja, é utilizada para avaliar o número de acessos ao seu website. Em casos de e-commerce ou prestadores de serviços digitais, também se deve levar em consideração o tráfego como fonte de conversões, observando as performances das principais páginas de destino.
  • Fonte de Tráfego: Como o nome mesmo diz, é uma métrica utilizada para saber a origem dos usuários que acessam o seu site. Com isso é possível analisar qual a porcentagem de visitantes oriundos das redes sociais (separadamente), visitantes diretos, mecanismos de buscas, e-mail marketing, entre outras. Sendo assim, fica bem mais fácil determinar quais as táticas mais adequadas para o seu negócio atingir seus objetivos.
  • Taxa de Rejeição: Esse indicador mensura o número de visitantes (sessões, no Google Analytics) que acessaram apenas uma página do seu site e a abandonaram logo em seguida, sem visitar outras páginas. Se caso os relatórios informarem uma alta taxa de rejeição é preciso identificar quais problemas que seu website possui. A taxa de rejeição é altamente afetada pela experiência do usuário, ou seja, os visitantes acabam indo embora por muitas razões, como por exemplo: problemas de usabilidade, design, navegabilidade, dentre outros. Aí cabe a você analisar, identificar e tentar resolver o problema. Caso o seu objetivo seja que o visitante permaneça em uma única página, você pode ignorar essa alta taxa.
  • Taxa de Conversão: É uma métrica utilizada para acompanhar quanto da sua audiência realmente converte e gera resultados para o seu negócio. A conversão é definida como uma meta, que pode ser desde o número de acessos em uma página de destino a vendas efetivadas junto aos leads. Observar os números relativos às conversões é um excelente método para identificar quais são as estratégias mais eficazes, e comparar a performance de diferentes táticas pode revelar qual deve ser o seu foco de investimento. É esse indicador que vai mostrar o retorno sobre investimento (ROI) das ações de marketing e mostrar se o planejamento traçado deve continuar em curso ou não.

Métricas e Indicadores de Publicidade Online

  • CPC (Custo por Clique): Através do CPC dá para entender qual é o custo em cada clique recebido em seu anúncio. É também utilizado como uma métrica para estimular lances em ferramentas como o Google Ads e calcular o ROI de campanhas pagas. As mídias possuem inteligência suficiente nesses casos para analisar e não cobrar por cliques fraudulentos. A fórmula básica do CPC é: CPC = (custo total / nº de cliques).
  • CPM (Custo por Mil): É um indicador monitorado em campanhas para fortalecimento de marca, onde ao invés de pagarmos por clique, pagaremos por impressão. Apresenta o custo pago a cada mil impressões do anúncio, entretanto o custo por clique se destaca pela precisão entregue em relatórios e nos acertos finais.
  • Impressões: Indica a quantidade de impressões na tela do seu anúncio. Uma impressão não significa visualização ou leitura e sim que ele foi impresso na página enquanto alguém procurava no Google ou navegava no Facebook. Pode ser que o usuário não tenha lido a página até chegar até ele. As impressões não são únicas e este mesmo anúncio pode ser visto por um usuário mais de uma vez (relacionado a frequência).
  • IQ (Índice de Qualidade): É uma avaliação feita pelo Google, que gera uma nota que é utilizada para determinar se o anúncio, as palavras-chave e a página de destino demonstram relevância ao usuário. Em algumas mídias, como por exemplo no Google AdWords, quanto maior o valor desse indicador, menor pode ser o CPC proporcional para ficar em primeiro lugar na página.

E você, gostou no nosso conteúdo sobre esse assunto? Gostaria de saber algo que não falamos? Ou quer nos contar sua experiência com métricas e indicadores de marketing digital? Então deixe seu comentário!

Inscreva-se em nosso blog

Receba primeiro nossos principais posts diretamente em seu email

Você também pode se interessar:

Fechar Menu